quinta-feira, 30 de julho de 2009

Nova REMA mostra que não houve agravamento no fígado do Lucca

Ontem à tarde, Lucca passou por um novo exame de ressonância magnética (REMA) de abdêmen para que pudesse ser avaliado o estado de seu fígado. Felizmente o resultado liberado no final do dia mostrou que não há nenhum sinal de piora. Segundo a Dra Juliana Folloni, não ocorreram formações de abcessos, o que poderia exigir eventualmente uma intervenção cirúrgica. Excelente notícia!

Os exames de sangue trouxeram resultados ainda menores para as enzimas de TGO e TGP. Contudo, chamam a atenção para um aumento que ainda persiste nas taxas das enzimas canaliculares (GamaGT, Fosfatase Alcalina e Bilirrubina Total), que também agem no fígado.

A equipe do Dr Nelson voltou a conversar com a Dra Gilda Porta sobre isso e, na avaliação dela, isso seria sinal de GVHD no fígado. Assim, os especialista introduziram o medicamento
Zenapax® (daclizumabe), que pertence ao grupo dos medicamentos imunossupressores, ou seja, tem a função de ajudar a suprimir a resposta natural de rejeição de um organismo a qualquer órgão transplantado.

Daclizumabe é um anticorpo monoclonal humanizado. Os anticorpos monoclonais são proteínas que reconhecem e se ligam a outras proteínas únicas do organismo, denominadas antígenos. Daclizumabe liga-se a um antígeno encontrado na superfície de linfócitos específicos, enominados linfócitos T. Esta atividade suprime a resposta imunológica natural do organismo que, de outra forma, poderia causar a rejeição do enxerto.

A Dra Juliana voltou também com o medicamento CANCIDAS® (acetato de caspofungina), um antifúngico indicado principalmente para o tratamento da aspergilose invasiva. Essa é uma medida de proteção ao organismo do Lucca contra a ocorrência dessa e de outras infecções fúngicas, nesse momento em que seu sistema imunológico, de defesa, estará mais debilitado e suprimido.


Em geral, o estado de saúde e a disposição física e emocional do Lucca melhoraram significativamente hoje. Ele deixou de referir dor na barriga ou na coluna. Também não mais mais sinais de hematúria (sangramento) na urina, nem nas fezes. Passou o dia todo bastante ativo, mas animado, e todo feliz e entretido com atividades de artes que ele desenvolveu agora à tarde com a brinquedista da Pediatria.

Só quis parar com suas criações artísticas quando começou a sessão da tarde, na TV Globo, porque ficou super ansioso para assistir o filme Velocidade Máxima -- que, uma vez, ele havia pego já na metade, numa das visitaa de rotina no ambulatório do HIAE. Naquele dia, assistimos o filme juntos e, mesmo estando em inglês,, legendado, ele não tirava os olhos da tela. Adoramos!

Mas hoje, o que adorei mesmo foi ver um baita sorrisão leve estampado em sua carinha. Vocês não imaginam como isso me revigora, me alivia a angústia de ve-lo sofrendo, me redobra as esperanças e a fé.

Um comentário:

KINHA disse...

Olá!
Estou aqui para fazer-lhe uma proposta, que eu considero interessante.Também sou TOP 100 e estou concorrendo na categoria “VARIEDADES” e estou na campanha “UM VOTO POR UM VOTO”.O legal disso tudo é essa interação,eu conheço seu blog e vc, o meu.Já votei no seu e sei que também que receberei seu voto.
Estou te seguindo e se quiseres me seguir, ficarei honrada.Venha apanhar um brinde, com assinatura de um design.Sua presença é muito importante para nós.
Obrigada
http//amigadamoda.blogspot.com