quinta-feira, 24 de março de 2011

26/3, às 20h30, apague as luzes para ver um mundo melhor!


No próximo sábado, 26 de março, várias partes do mundo se reunirão em prol de uma campanha única: a Hora do Planeta. Conhecida globalmente como Earth Hour, trata-se de um uma iniciativa global da Rede WWF para enfrentar as mudanças climáticas que é realizada desde 2007. Consiste em apagar todas as luzes entre 20h30 e 21h30 (de acordo com o horário local de cada país ou região).

Alguns dos mais conhecidos monumentos mundiais -- como as pirâmides do Egito, a Torre Eiffel em Paris, a Acrópole de Atenas no Egito e até mesmo a cidade de Las Vegas nos EUA -- juntaram-se a governos, empresas e populares em todo o mundo na adesão à campanha nos anos anteriores, e ficaram no escuro durante 60 minutos. No total, em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta.

A cinco dias da Hora do Planeta 2011, o movimento global já bateu o recorde de participações da edição anterior: já estão confirmadas as participações de 3.800 cidades, em 131 países, sendo 26 megacidades, entre as quais, Délhi, Mumbai, Buenos Aires, Moscou, Teerã, Istambul, Londres e Rio de Janeiro. Os sete continentes e todos os países que compõem o G-20 também estão representados.


Hora do Planeta no Brasil

video

O Brasil participará da iniciativa pela terceira vez nesse ano. A Prefeitura da cidade de São Paulo, a maior do País, confirmou na última segunda, 21/3, sua adesão à Hora do Planeta 2011. De acordo com o prefeito Gilberto Kassab, importantes monumentos e ícones terão suas luzes desligadas no próximo dia 26, de 20h30 às 21h30 (hora local): a Ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada), o Obelisco do Ibirapuera, o Monumento às Bandeiras, o Teatro Municipal, o Mercado Municipal, o Estádio do Pacaembu e a Biblioteca Municipal Mário de Andrade.

"A cada ano, agregamos novos monumentos paulistanos, para aumentar a participação da cidade de São Paulo e reforçar a preocupação do município com o meio ambiente e a saúde do planeta", complementou Kassab.

Além da capital paulista, outras 34 cidades -- sendo 7 capitais (Aracaju/SE, Goiânia/GO, Natal/RN, Rio de Janeiro/RJ, Vitória/ES, Rio Branco/AC e Campo Grande/MS) -- também formalizaram a adesão à Hora do Planeta 2011. A maior parte delas também participa pela terceira vez. Outras 17 prefeituras encontram-se já na fase final de entrega do documento, que traz a indicação de quais monumentos serão apagados.


Sobre o WWF-Brasil
O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. Criado em 1996 e sediado em Brasília, o WWF-Brasil desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e conta com o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.



Mais informações sobre a Hora do Planeta, acesse www.horadoplaneta.org.br

Nenhum comentário: