terça-feira, 12 de outubro de 2010

Acabei de voltar do cinema

Feriado nacional.
Imaginem uma cidade cheia... São Paulo estava lotadissima!
E os shoppings então... Arranjar uma vaga no estacionamento era um execício franco de pura paciência.

Mesmo assim, decidimos aproveitar o dia pra assistir o longa que traz a continuação da estória do Capitão Nascimento, personagem mais marcante do excelente Wagner Moura.

Fazendo alusão ao quanto encharquei sua camisa na semana passada quando fomos assistir "Nosso Lar", Rodrigo brincou comigo se, nesse filme, eu iria chorar também. Rimos, brinquei com a idéia, porque, por mais que eu seja manteiga-derretida, achava que era impossível eu me debulhar em lágrimas num filme que mostra as sujeiradas praticadas por traficantes e políticos.

Mas devo dizer que errei. Houve sim um momento, no trecho final, que meus olhos marejaram.... Cenas tristes que me trouxeram recordações duras.... Não vou dar mais detalhes, claro, porque eu tiraria o brilho da estória para quem ainda não foi assistir Tropa 2....

Só digo uma coisa, sem medo de errar: FILME DE PRIMEIRA ORDEM E GRANDEZA! Valeu tudo! Vale a pena cada minuto na fila. Estamos diante de uma extraordinária produção cinematográfica, pela qual devemos nos encher de orgulho -- não pelo enredo, que infelizmente descreve coisas verdadeiras e deprimentes. Mas pela capacidade de nosso elenco, produtores, roteiristas e diretores.


Tropa de Elite 2 é a quinta maior bilheteria de abertura de todos os tempos no Brasil
"Tropa de Elite 2: O inimigo agora é outro” estreou em 661 salas de todo o país na última sexta, 8 de outubro, três anos após o lançamento do primeiro filme da série, também dirigido por José Padilha.

Filmado no Rio de Janeiro, entre janeiro e abril deste ano, o filme traz à tona os dilemas de Nascimento, que está 10 anos mais velho. Depois de ter se desenvolvido muito na carreira e se tornado Comandante Geral do BOPE, é nomeado Sub-Secretario de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do RJ -- quando faz o 'Comando Caveirão' crescer e põe os chefões do tráfico carioca de joelhos. Enquanto está às voltas com o combate às milícias nas favelas da cidade, tem de manejar ainda uma difícil relação com o filho adolescente, vivido por Pedro Van Held.

Apenas quatro blockbusters americanos conquistaram uma abertura (resultado de bilheteria obtido no final de semana de estréia de um filme nos cinemas) maior que Tropa de Elite 2 em toda a história do cinema no Brasil. Segundos os produtores do filme, em dois dias (de 8 a 10/10), Tropa 2 reuniu sozinho em salas de todo o País mais expectadores que todos os Shrek, Harry Potter, A Era do Gelo, Matrix e X-Men. Entre os filmes brasileiros, Tropa 2 teve mais que o dobro que o segundo colocado no fim de semana de abertura.


Assista aqui o trailer oficial de "Tropa de Elite 2: O Inimigo agora é outro", foi foi cercado de sigilo até a estréia do filme, para evitar que caisse nas mãos de vendedores piratas, como ocorreu com a produção de 2007 (http://www.youtube.com/watch?v=gsZP9ZX3fsI)

Um comentário:

Rolando disse...

oi moça. gostei daqui. muito legal.apareça lá. abraços.