quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Falta fôlego, sobra dor e saudade...

Hoje é, sem dúvida, um dia muito difícil pra mim. Não que os anteriores nos últimos 12 meses tenham sido mais fáceis ou menos dolorosos mas é incrível como o emocional da gente fala mais alto nas benditas datas-marco.

Hoje faz um ano que o Cucca ganhou suas asas de anjinho... Pouco fôlego tenho pra sequer escrever aqui. Mas também não dizer nada era quase impossível....

Só posso dizer que sobra dor, sobra saudade, uma saudade que nào cabe em lugar nenhum. Um vazio que, juro, não sei como descrever.

Tenho levado a vida, reaprendendo a caminhar de pouquinho em pouquinho. Inevitável dizer o quanto sou eternamente grata a pessoas especialíssimas, queridíssimas -- sem elas, eu não estaria aqui hoje, certamente.

Peço licença pra citar apenas alguns: Mário Grieco, Tato, Karla, Edu, Déa, Mi, todos os meus amigos de verdade, minha família, meus filhotes Lella e Marccão (vocês são demais!). E também você, Rô, que tem sido mais do que um amigo, mais do que um companheiro, colo, apoio, parceiro de todas as horas mesmo.

Mas quero agradecer acima de tudo a você, Cucca. Já disse isso antes: você mudou minha vida. Tudo que quero é poder continuar merecendo seu carinho e proteção.

Minha felicidade é ver meus filhotes felizes. Então, esteja bem, tá? Se cuida, gostosão!
Amo você mais do que o Universo mesmo!!! E esse é o único amor que sei que é prá sempre!!!

4 comentários:

KARLA SARQUIS disse...

Lu minha querida, minha irmã

Há dias que a tristeza bateu em mim sem chance de me deixar....eu sabia que iria ter que acordar nesse dia 19 e lembrar de tudo...mas se a saudade é um poço sem fundo eu também tenho a esperança de que em algum lugar dessa imensidão o Cucca está alegre, brincalhão e protegente tanto as pessoas que ele mais amava. Sua força e sua obstinação mudaram pra sempre a minha vida e das pessoas em volta de vocês. O Cucca deixou uma marca indelével e vive em cada um de nós. Eu tenho certeza plena disto.

te amo muito (não some, pls...)

beijos

karla

Edu Pinter disse...

Lu Querida, acordei pensado em vc e no Lucca hoje.............Força amiga que seu filhote-anjo estará sempre com voce, ele nunca vai abandonar a sua mãe, amiga, companheira e parceira eterna... Um beijo no coração, Edu

Anônimo disse...

Nossa Luciana, hesitei muito em escrever, mas comento tanto sobre sua história, sua garra e tudo mais que uma mulher batalhadora como vc que não poderia deixar de colocar minha admiração pelo seu talento, força e superação nesse desafio que a vida lhe trouxe. Penso todo dia em vc(s) e em agosto não daria para ser diferente. Vc não calcula como a história do Lucca mexeu comigo e com tantas pessoas que conheço. Sua gana de lutar foi sobrehumana, admirável e é um real ensinamento para todos nós. É muito difícil escrever essas palavras, sobretudo quem acompanhou sua trajetória diariamente, sua batalha diária...mesmo virtualmente minhas intenções permanecem vivas e saiba que pode contar comigo, de verdade...

Luísa N. disse...

Oi Luciana, achei por acaso este blog. Li o primeiro post, o segundo... e vários outros. Vi que você passou por momentos difíceis, mas, tenha certeza, 'Deus escreve certo por caminhos tortas'... Tenha fé, amiga, e saiba que o Lucca está bem.
Sei que a dor de uma mãe que perde um filho é muito grande... Queria poder lhe dizer palavras melhores, mas não consegui. Desculpe...
Um carinhoso abraço!
Luísa